Default Image

Formato dos meses

Ver mais

Olhar mais

Related Posts Widget

Article Navigation

Contact Us Form

404

Desculpe, a página que está a buscar neste site não existe. Back Home

Notícias de última hora

Já se perguntou qual o melhor programa para navegar na internet?

Programas para navegar na internet

Desde que a internet ficou disponível ao público, começaram a surgir programas de navegação que fazem a interpretação do código HTML de qualquer página para que se torne possível nós podemos lê-las. E claro com o surgimento de vários programas de navegação, também surge a competição de qual o melhor em todos os sentidos, rapidez, eficácia entre outros etc…

Foram por vários anos que o Google Chrome dominou entre os programas de navegação. Anteriormente ao Google Chrome era o Internet Explorer que dominava o primeiro lugar. Mas poucos sabem que antes disso quem estava em primeiro lugar era o Netscape mais conhecido actualmente por FireFox. Mas cada um construiu o seu nome até a data, é muito raro existir alguém que não conheça todos estes navegadores que falamos e que existem actualmente ainda. O navegador mais recente é um que foi criado pela Microsoft, ainda que use o mesmo motor da Google ele foi alterado e adaptado para este “novo” navegador da Microsoft

Para além dos motores de navegação que mencionamos ainda existem outros feitos por pequenas empresas mas igualmente famosos. Por exemplo o sistema de navegação Opera ou o Brave entre outros. Cada um tem a sua particularidade e muitos deles até partilham os mesmos motores. 

Preparamos uma lista de 6 navegadores, estando eles na última actualização até a data. Os navegadores são;

  1. Microsoft Edge
  2. Google Chrome 
  3. FireFoxe
  4. Brave
  5. Opera
  6. Vivaldi

Foram feitos vários testes de desempenho em todos eles (os mesmos em cada um destes 6) os testes feitos visam as áreas principais de um navegador. Com estes testes poderemos dizer qual é o melhor navegador. 

Como testámos

Teste de programas

Foram feitos no total 5 tipos de testes para chegarmos a conclusão final na questão do desempenho em cada um destes 6 navegadores. 

WebXPRT 3 

Vamos começar pelo primeiro teste que fizemos. Este visa testar o desempenho simulando vários tipos de cenários do quotidiano. No que toca ao aperfeiçoamento em imagens, organizar fotos, sistemas com IA, encriptação, gráficos etc. Nestas simulações criadas empregam o HTML5 e também o Javascript. 

HTML5test 

Aqui neste teste  podemos ver até onde vai a capacidade para usar diversas funcionalidades de linguagem HTML5. Todas estas capacidades são traduzidas num índice. 

Speedometer 2 

O Speedometer 2 faz testes sobre a capacidade de velocidade do navegador face ao tempo de resposta quando usa aplicações online. 

Google Octane 2

Aqui podemos ter a noção do tempo de espera para um navegador interpretar o Javascript e scripts também. 

JetStream 2 

Assim como o teste Google Octane 2, este teste do JetStream 2 tem como objectivo focar-se também no desempenho ao interpretar o Javascript e igualmente o WebAssembly

Consumo de memória 

Para este teste usamos entre 5 a 10 separadores abertos ao mesmo tempo em cada navegador, igualmente com as mesmas páginas. As páginas foram:
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Pinterest
  5. SicNoticias
  6. Gmail
  7. JornalExpresso
  8. Google
  9. Netflix
  10. Google Drive
Para complementar o teste usamos o Gestor de Tarefas do Windows para sabermos quanto de memória ram foi usada em cada situação.

Dentre estes 6 navegadores nenhum foi usado com extensões, usamos apenas as versões standard com o que vinha já instalado com eles. 

O computador escolhido para fazermos este teste foi um computador com o processador Intel Core i9 com 32 gigas de memória RAM que possui um disco SSD com 1 TB. Sendo que o Windows 10 que usamos para este teste tem a versão 20H2. 

Microsoft Edge

Vamos falar do mais recente navegador lançado, o Microsoft Edge Chromium. A razão da Microsoft ter lançado este novo navegador foi em virtude do péssimo desempenho do Internet Explorer. Quando falamos em velocidade e segurança era dos piores existentes. Este navegador acompanhou até a versão do Windows 10. E com isto nasceu o Microsoft Edge Chromium, o motor foi projectado pela equipa Microsoft, no qual foi prometido ser melhor nos aspectos que falamos do que qualquer outro navegador. 

Podemos confirmar que a velocidade do Edge era deveras rápida, mas a situação que ocorreu foi da incompatibilidade com vários sites. Tirou muito tempo a empresa Microsoft ter que lidar com esses problemas de incompatibilidade para que pudesse ser compatível com esses sites para ter o desempenho necessário.  

Então com o tempo (cinco anos depois) a Microsoft decidiu acabar com o Edge original e depois lançar o Microsoft Edge Chromium (usa o motor da Google). Com esta mudança vieram bastantes coisas positivas para este navegador. Assim aquela lacuna de incompatibilidades com vários sites foi preenchida, passou a ser compatível com mais sites. A equipa da Microsoft fez algumas alterações neste motor da Google de forma a otimizar ainda mais. Sendo que parte destas modificações passaram a fazer parte do Chrome. Ou seja, actualmente vemos um Microsoft Edge com o mesmo aspecto que o original (que saiu em 2015) mas que a nível técnico é outro (bastante melhor). 

Ou seja, o Edge Chromium é a versão que sempre deveria ter sido o Edge Original. Este navegador oferece vários recursos que se destacam dos demais. Um desses recursos é o modo leitura que retira tudo o que o distraia de uma página da internet para poder focar-se só na leitura. Para além do modo leitura ainda existe a opção colecções de endereços de sites. Estes endereços estão do lado direito da janela numa barra, para que possamos aceder de forma simples em ter que andar à procura em outros menus no navegador. 

Para os utilizadores do Chrome, irão notar coisas semelhantes em relação ao Microsoft Edge Chromium. Essas similaridades acontecem logo nos menus, configurações etc. 

Como já é existente em outros navegadores, aqui também pode ter a possibilidade de sincronizar as tuas sessões em vários computadores. Ou seja, tudo o que usar numa sessão sincronizada como o histórico, marcadores entre outros ficará também nas outras sessões. 

Na última actualização lançada (88), engloba novas funcionalidades. Agora vem com um gerador e vem também com uma opção de gestão de passwords que dá a permissão de poder gerir as permissões no que toca ao uso de alguns componentes (Hardware). E ainda mais tarde vai ser adicionado um sistema que impede a password que já usada e que está guardada no navegador que apareça numa das bases de dados de passwords que foram roubadas.
 
De uma forma geral, o novo Microsoft Edge acertou na fórmula. Está mais optimizado com o Windows, o que se reflete na suavidade quando está a usar o programa em sistemas operativos Windows. Foi o que teve o melhor desempenho entre os 6 navegadores testados em termos de consumo de memória. 
Empresa: Microsoft

Google Chrome

Já conhecido e como todos já sabem feito pela Google, e que está presente até no sistema operativo Android. O Google Chrome, este navegador para termos a noção, teve 60% da quota do mercado no ano de 2021. O óptimo desempenho deste navegador faz com que seja o mais escolhido entre os que estão à procura de um navegador eficiente. 

Para além de ser eficiente ainda é fácil de ser usado, não é preciso ser um grande craque na matéria. Tudo está feito de forma organizada e simples e sem nada de opções complexas. Focado para a navegação 100%. 

Caso queira adicionar outras opções ao navegador, poderá ver um grande número de extensões para o Chrome numa loja específica da Google. Tem extensões para todo o tipo de uso. 

Porém nem tudo é perfeito. Em termos de desempenho no que toca ao uso da memória Ram, é dos piores, tendo ficado na quinta posição de 1 a 6 na nossa lista de navegadores. O Brave adiantamos já que é o que ocupa a última posição da nossa lista no uso da memória Ram. 

Agora como já era de se esperar a compatibilidade é dos melhores estando taco a taco com o navegador Opera que é bastante conhecido também, é feito por uma empresa bem mais pequena que a Google. . 
Empresa: Google

Mozilla Firefox

Este navegador foi um dos primeiros a trazer funcionalidades inovadores ao mundo dos navegadores. O Firefox é open source da Fundação Mozilla. Sempre foi um dos melhores navegadores no que toca à privacidade de quem o usa. Também é o que mais oferece compatibilidade com sites e tecnologias presentes. 

Se estiver a perguntar-se em que o Firefox foi pioneiro, ele foi pioneiro por exemplo nas extensões que desenvolveu para poder expandir o uso do navegador. E nada mudou, a empresa continua apostar em novas extensões. Se instalar o Firefox irá notar que já vem com algumas extensões instaladas, nos quais uma delas é por exemplo o Pocket, permite que guardemos os links que encontramos nas nossas pesquisas para depois acedermos a elas mais tarde, entre outras extensões já instaladas. 

Um dos aspectos em que foi pioneiro e em que continua a apostar, é no desenvolvimento de extensões que servem para ampliar a utilidade do browser. Existem até algumas que são opcionais noutros browsers, mas que vêm instaladas por defeito no Firefox, como a Pocket (uma extensão que permite guardar links para conteúdos que vai encontrando pela Internet para consumo posterior) ou a Multi-Account Containers, que lhe permite ter vários logins diferentes para o mesmo site em separadores diferentes.

Ainda inclui o pacote completo de geração e gestor de palavras-passes onde pode sincronizar com outras sessões em outros dispositivos diferentes. Evita assim termos que usar passwords iguais que é um hábito não muito seguro. Esta extensão normalmente em outros navegadores tem que ser instalada e por vezes nem é completa. 

Também no que toca ao desempenho, é um navegador leve que não exige muito do computador. Agora quando falamos em compatibilidade a história muda, os testes mostraram um que é mais ou menos o desempenho. No teste de compatibilidade HTML5test ficou na segunda posição porém no desempenho directo a performance não foi das melhores.. 
Empresa: Mozilla

Brave

Faz basicamente as mesmas tarefas que os demais navegadores, executar aplicações na internet, poder pesquisar etc. Com as opções básicas também para bloquear publicidade ou guardar os logins em sites.

O Brave podemos dizer que é recente no mercado, se compararmos com os demais, ele foi apresentado com uma versão de amostra em 2016. Criado por duas pessoas com experiência no ramo. Um foi o que criou a linguagem JavaScript e o outro participou na fundação do Mozilla no qual saiu em 2008. 

Para quem não gosta de ser bombardeado com os pop ups (aquelas janelas de publicidade que abrem do nada) e outras publicidades que vão aparecendo, o Brave é o navegador ideal. Ou seja, se quiser não irá se deparar com nenhuma publicidade. Este navegador até substitui a publicidade pela publicidade da Brave. E o mais importante não grava cookies, que é uma das maneiras de seguir a pesquisa de quem navega na internet. 

Claro, este sistema é a pagar, no qual a Brave depois usa esse dinheiro para pagar ao dono do site. 

Agora vamos falar dos testes de desempenho. Foi o pior. Utilizou muita memória ram, mais que todos com os 10 separadores abertos. Se traduzirmos em números, com as 10 abas abertas consumiu 2gb e com uma 880mb. Mas no WebXPRT 3 teve o melhor desempenho. 
Empresa: Brave Software

Opera

O navegador Opera é um dos navegadores mais antigos, com 25 anos já no mercado. De origem Norueguesa, assim como o FireFox, muitas opções que hoje conhecemos foram criadas pela Opera e que só existiam neste navegador, mais tarde passou a existir nos demais. Coisas simples como podermos ter vários separadores abertos sem termos que abrir uma nova página para outros sites, bloquear a publicidade e ainda a integração do motor de busca no navegador. Coisas que hoje vemos como normal, estas funções só víamos no Opera. 

O Opera que temos hoje em dia está quase irreconhecível e podemos dizer que para melhor. Hoje oferece-nos várias opções incluindo claro as que já existiam. Hoje ela adicionou VPN, bloqueador de publicidade e ainda podemos isolar o vídeo de um site para uma janela à parte. Ainda oferece opções para poupar no consumo da banda, bateria por exemplo num computador portátil. Ou seja, muito mais completo e sempre a tentar implementar novas opções. 

A disposição dos menus do Opera é única, podemos ver que os menus estão na barra lateral para um acesso mais fácil aos serviços. Porém não é possível adicionar mais serviços aos já existentes. Mas com isto torna o visual mais limpo, sem termos um monte de separadores para tudo.

Outro ponto positivo é a VPN gratuita que já vem com o Opera de série. Apesar de ser gratuita ela é uma VPN decente, com vários testes feitos ela superou as expectativas. Porém o único se não desta VPN é que não é possível fazer a ligação de destino com precisão, o máximo que se consegue fazer é escolher o continente que quer. Mas nada mau para uma VPN gratuita. 

O Opera na nossa lista de navegadores, ficou em segundo lugar no que toca ao desempenho nos testes que fizemos. Sendo assim ela está na mesma posição que o Google Chrome. 
Empresa: Opera Software

Vivaldi

Logo no primeiro contacto com o Vivaldi temos logo a impressão que estamos diante dos mesmos programadores do navegador Opera, isto acontece porque a inspiração do Vivaldi veio do Opera devido a similaridade da sua interface. Assim também tem uma barra no lado esquerdo com várias opções à mão. Mas na realidade vários programadores por trás do Vivaldi eram da equipa do Opera. 

Quando analisamos a última actualização do Vivaldi notamos uma opção interessante, essa é a opção “Pausa” isto serve para podermos parar qualquer navegação a meio. E se formos mais a fundo ainda vemos outras similaridades com o Opera como por exemplo “gestos do rato” no qual podemos realizar várias coisas ao usar o rato de uma forma específica.

Ele ainda deixa usar as mesmas extensões do Chrome, o que já não é novidade o Edge mais recente permite também. Isto acontece por ter como base o mesmo motor do google, assim como o Edge porém este possui algumas modificações feitas pela equipa Microsoft.  

O Vivaldi foi feito de uma forma minimalista, para que o seu foco seja só a navegação e que seja fácil de usar e claro leve. 

Já que mencionamos o Edge, se estiver a pensar qual mais valerá a pena, então em termos de compatibilidade estão em pé de igualdade porém nos testes de uma forma geral um pouco inferior ao Edge. 
Empresa: Vivaldi Technologies

Qual o melhor navegador afinal?

Perante todos os testes realizados pela nossa equipa sem dúvida que foi o novo Microsoft Edge. Para além de ter uma maior compatibilidade, uma óptima optimização aliada ao esforços da Microsoft para poder conectar mais este navegador com os recursos do sistema operativo Windows. O que torna ele muito leve de usar, exigindo menos recursos do computador e que faz dele muito rápido também. 

O Chrome teve excelentes resultados e até pareceu ser melhor que o novo Microsoft Edege, porém o consumo de memória torna ele pior. 

Gostaríamos de fazer uma última menção acerca do Vivaldi, que surpreendeu-nos bastante pela positiva, ocupando assim o nosso terceiro lugar, sendo dos navegadores mais leves e rápidos. Acreditamos que nas próximas actualizações poderá ameaçar a concorrência. 

O Firefox teve o problema de compatibilidade, não foi muito estável. Porém também na questão do consumo de memória Ram não se saiu mal. 

Também não nos esquecemos de mencionar o Brave, sabemos que a sua intenção de inovação é na questão do bloqueio da publicidade que vai surgindo pela internet. Porém a equipa do Brave deverá focar-se (na nossa opinião) nos recursos que exige do computador.

E agora sim por último o Opera, se não levarmos em conta os resultados dos testes. Para nós continua a ser o navegador que encontrou até a data o ponto de equilíbrio face aos outros. Tem um bom desempenho, compatibilidade, várias extensões úteis e ainda trás uma VPN gratuita, protege os dados dos utilizadores entre outras funcionalidades. Sem dúvida que mostra a experiência que tem dado ao tempo que já está no mercado. 

Porém todos estes testes feitos hoje amanhã podem ser diferentes, os navegadores estão em constante actualização e tudo pode mudar de um dia para o outro, ou melhor da noite para o dia.

Sem comentários:

Enviar um comentário